Mais um ano de presente

Feita de água do mar beijada pelo Sol, ela encanta do mais distraído ao mais preparado dos marinheiros que por descuido encontre seus olhos, que por audácia ache que é imune a seu canto,  por inexperiência de não conhecê-la.
Menina moleca de batom vermelho. Amiga pras horas, minutos e tortas de chocolate, coxinhas e sequilhos.
Pra quando amargam os ponteiros, abrem-se as comportas de choro, desespera-se a alma, ela traz colo, sossego e sinceridade.
Traz potes de tempero e mel, guardados na gaveta até hoje.
Traz dias de moradia, de adoção, de lápis de cor.
Leva um pedaço quando vai, pra gente ir visitar.
Traz Deus no coração, a alma enfeitada e os olhos grandes e negros.
Traz mais um ano de vida, de presente pra gente.
Que sejam muitos outros mais pra que quando a saudade vier visitar, a gente possa ir lá buscar o pedacinho que ela levou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre ser o teu amanhã perfeito, hoje.

Sobre resgate