Fazendo de refrão, prosa

"Adeus querida
Que Deus te guarde
Da maldade do mundo, das lágrimas de sal
Adeus meu bem, meu mundo é melhor
Mesmo com a dor de um triste final"
(...)

Versos antigos se reiventam e tomam sentidos diversos pra diversos corações além...

... do mais às vezes escrever pro outro é mais fácil do que afundar na própria bagunça interior.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais um ano de presente

Sobre ser o teu amanhã perfeito, hoje.

Sobre resgate